LOADING

Git – O que você precisa saber

Git – O que você precisa saber

by Anybal Rocha setembro 14, 2016

Usar um controle de versão é indispensável nos dias de hoje. Tanto para manter seu código seguro, quanto para compartilhar o mesmo com sua equipe de trabalho, publicar um projeto para que o mundo veja seu trabalho, ou até mesmo para que outras pessoas possam contribuir com você.

Assim, será mostrado neste post o que é necessário para que você possa trabalhar com o Git em seus projetos de forma fácil.

Acesse o GitHub (crie uma conta ou faça login)

Para criar um novo diretório, acesse o item New Repository, conforme abaixo:

git_01_adicionarrepositorio

Em seguida preencha as informações conforme as opções abaixo:

git_02_opcoesrepositorio

  • Note que será validado o Repository Name, para evitar uma duplicação.
  • A opção de iniciar este repositório com um README é opcional, mas é interessante deixa-la marcada.
  • Então execute um click no botão Create Repository

Quando o repositório é criado, ele já está apronto para ser utilizado para incluir seu código. Inclusive o arquivo README é o primeiro item do seu repositório.

git_03_repositorioadicionado

Com o repositório criado, agora vamos preparar o diretório na sua máquina local para trabalhar com o Git.

TortoiseGit

Para se trabalhar com o Git na sua máquina, recomendo você utilizar o TortoiseGit, claro que você pode ter ouvido falar de outras ferramentas para você trabalhar com o Git. Inclusive o Visual Studio trabalha de forma excelente com o Git. Mas como você pode ser um desenvolvedor que não trabalha com o Visual Studio, não se preocupe, o TortoiseGit permite você trabalhar independente da ferramenta de desenvolvimento que você utiliza.

Então, acesse este link para baixar o TortoiseGit.

Você poderá instalar o mesmo com as configurações padrões. O famoso Next, Next, … Finish 🙂

Você deve criar um repositório na sua maquina local, apontando este repositório para o seu repositório no Git. Para isto, você deverá usar os seguintes passos:

  • Copiar link do site do Git, através da opção Clone or download.
  • Botão direito do mouse, executar a opção GitClone.

 git_04_gitclone

  • Note que o GitClone já insere pra você a URL do seu repositório copiado do Git.
  • Sugere o nome do seu diretório local igual ao seu diretório do Git.
  • Basta dar o OK para começar a cópia do seu diretório remoto para seu diretório local.

Diretório local clonado do Git:

git_05_diretoriolocalcriado

Comandos Git

Seguem alguns comandos muito utilizados para realizar as operações no Git:

  • Pull – Baixa a versão mais atual da branch disponibilizada no diretório remoto do Git.
  • Commit – Executa um commit local, ou seja, seu código está guardado na sua branch. Porém outras pessoas que estão trabalhando com você, na mesma branch, ainda não tem acesso ao seu código.

Quando você adicionar arquivos no seu diretório, lembre-se de executar a opção de Adicionar os arquivos no momento do Commit:

git_06_commitadd

Enfim, faça seu commit:

git_07_commit

Neste caso, utilize a opção Commit, apenas para salvar os arquivos na sua branch local ou a opção Commit & Push para executar estas duas ações nesta respectiva ordem.

  • Push – Envia seu código local para a branch remota do Git, ou seja, agora seu código está no servidor Git e poderá ser acessado por outros que tem acesso a este repositório. Basta eles fazerem um Pull para baixar esta última atualização que você fez quando executou o Push.
  • Create Branch – Cria uma ramificação com base em uma branch específica. Assim, você faz uma “cópia” do código existente, de preferência uma branch estável, para uma noma branch, onde você vai trabalhar e evoluir o código do seu projeto.
  • Merge – Realiza a união de uma branch com outra, de forma que as evoluções que você fez na sua branch serão unificadas com a branch de destino.
  • Switch/Checkout – Altera a branch que você está trabalhando para uma outra branch que você queira trabalhar.
  • Show Log – Apresenta o histórico de alterações no seu diretório, ou em um arquivo específico. Neste histórico são apresentadas a branch, o comentário que você inseriu no momento do commit, os arquivos que compõem o comit realizado, o autor do commit e a data em que o commit foi realizado. Veja abaixo:

git_09_showlog

Git Bash

Botão direito no seu diretório e acione a opção Git Bash Here

Para conhecer um pouco mais dos comandos, digite git, e então enter. Serão apresentados todos os comandos possíveis do Git, conforme abaixo:

git_08_gitbash

Mas para ajudar um pouco mais, seguem mais alguns comandos muito úteis e frequentemente utilizados:

  • git branch – Lista as branches locais que você tem.
  • git branch -r – Lista as branches remotas que estão no seu repositório do Git.
  • git pull – Baixa a versão mais atual da branch disponibilizada no diretório remoto do Git
  • git commit – Executa um commit local, ou seja, seu código está guardado na sua branch.
  • git push – Envia seu código local para a branch remota do Git.

Executei o git push no exemplo deste artigo através do Git Bash, veja o resultado:

git_10_push

Vejam também como ficou no repositório através do Git na web:

git_11_repositorionaweb

Então fica a seu critério utilizar através da ferramenta TortoiseGit, com seus menus específicos para cada operação ou utilizar o Git Bash, aplicando as linhas de comando para executar cada operação.

É isso aí galera. Com este material, você poderá trabalhar com o Git de forma descomplicada. Assim seu código ficará seguro, você poderá trabalhar em equipe e ainda tem o total controle de versão sobre seus projetos.

Um grande abraço!

Social Shares